domingo, 27 de abril de 2014

PELOS CAMINHOS DA PRAIA DA ADRAGA + A CASA DA BOLA EM RUÍNAS + O FOJO DOS MURCEGOS + A PRAIA DO CAVALO!!!

http://lidyhart.blogspot.com/ NÃO DEIXE DE VISITAR!!! PELOS CAMINHOS DO RIBATEJO
PELOS CAMINHOS DOS CAMINHEIROS SERRAS E PRAIAS!!!

O BOM PARQUE DA PRAIA DA ADRAGA

PRAIA DA ADRAGA TAMBÉM UM POUCO DESPROVIDA DAS SUAS AREIAS, QUE ESPERAMOS QUE VOLTE

TEM UM RESTAURANTE ACONCHEGANTE TAL COMO A PRÓPRIA PRAIA


OS PESCADORES JÁ VÃO TENTANDO A SUA SORTE



A CAMINHO DAS SERRA DO LADO SUL, VAMOS ENCONTRANDO AS LINDAS CORES DAS FLORES, ESTAS SELVAGENS EM LINDO AZUL

ESTAS VIERAM DE ALGUM JARDIM, ALGUÉM QUE QUIS EMBELEZAR OS NOSSOS CAMINHOS SERRANOS DEPOSITANDO POR ALI OS SEUS LIXOS DE JARDINAGEM, QUE DERAM POR SUA VEZ MAIS BELEZA Á SERRA, ESCONDENDO O LIXO COM AS SUAS FLORES

E SÃO MAIS QUE MUITOS, ESTES EXEMPLARES DE JARROS QUE EU GOSTARIA DE TER NO MEU JARDIM E NÃO TENHO, AQUI A EMBELEZAR A SERRA

ESTAS SÃO AS CHAGAS, NÃO AS IDENTIFIQUEI LOGO POR NÃO TER A CERTEZA

ESTA É E SEMPRE FOI UMA FLOR SELVAGEM CRESCIDA A MONTE, NÃO SÓ PELA SUA BELEZA, MAS TAMBÉM PELOS BICHINHOS QUE A ESTARIAM SUGANDO TALVEZ.

PALAVRAS FLORIDAS

Eu guardo a palavra flor
Da brava roseira florida,
E da doce madressilva
Eu faço um ramo de festa
Juntando a flor delicada
Da mais selvagem giesta.

Que palavras escolheria
Para descrever a beleza
De imaculada pureza
Que há na flor de laranjeira?

Com toque rijo de cera
Facilmente se desprende,
Se solta,
Num gesto cadente,
Como do símbolo se perdeu
Perdendo da noiva o véu

POEMA DE LÍDIA FRADE


AS MINHAS MADRESILVAS QUE EU SEI SEREM BEM DOCINHAS.

NESTE MONTE, A CASA DA BOLA

 CHEGANDO PERTO ENCONTRAMOS APENAS UM MONTE RUÍNAS, MAS MUITO BEM LOCALIZADAS, COM VISTAS SOBERBAS.

UMA CHARRUA, OU ARADO DE TRATOR, TAMBÉM ALI FICOU ESQUECIDO.


A SUL O FAROL E ANTENAS DO CABO DA ROCA, O PONTO MAIS OCIDENTAL DE PORTUGAL!!!

DEPOIS A PIRAMEDE E PEDRA DA URSA A QUE DÁ O NOME Á PRAIA QUE FICA MAIS RECUADA E NÃO SE VÊ NA FOTO, O GIGANTE, OU, A PEDRA GIGANTE!!!



O CAMINHO CONTINUA Á NOSSA ESPERA

TAL COMO AS FLORES E A SUA BELEZA.
POR ESTAS PEDRAS OU LAJES, CONTASSE A LENDA QUE A RAINHA ALI SE SENTAVA OLHANDO O MAR E APRECIANDO OS HOMENS QUE POR ELA CORRIAM ATÉ AO MAR,


A PEDRA DE ALVIDAR
 HOJE JÁ UM POUCO FRAGMENTADA PELA FÚRIA DO MAR E SUAS. MARÉS.




O FOJO DOS MORCEGOS, UMA ESPÉCIE DE GRUTA, BURACO, ENTRE LAJES DE PEDRAS, POR ONDE AS ÁGUAS DO MAR SOBEM E DESCEM COM AS MARÉS.



A PRAIA DO CAVALO, APENAS ESTE É SEU NOME!!!
COM ALGUMA AREIA Á VISTA ONDE MAIS ESTARIA SE A FÚRIA DAS MARÉS DE INVERNO A NÃO LEVASSE, É DE ACESSO  DIFÍCIL OU INEXISTENTE.   

QUE BELA É A NATUREZA


ESTES PARECIAM AMORES PERFEITOS.

TEMPO DE REGRESSO


E A BELEZA DE UM CÉU DE NUVENS LINDÍSSIMAS.



O CARRO ESPERAVA-NOS NO PARQUE!!

sábado, 12 de abril de 2014

PÊSSEGOS E PESSEGUEIROS



PÊSSEGOS E PESSEGUEIROS

Pessegueiro é árvore pequena,
Todos os anos transformada,
Nascem as flores, é um encanto,
Olhando a certa distancia
Parecem de seda bordada.

Caem as flores, desponta o fruto,
Que vai crescendo, e ganha cor,
São brancos ou amarelos
Ou por vezes bem rosados,
Cresce o tamanho, e o sabor.

São uma fruta suculenta
Que apetece sempre comer
É cheirosa, sumarenta,
E depois de bem lavada
Está pronta, é só escolher.


imagem e poema de Lídia Frade

QUINTA DA REGALEIRA.... GRUTA DO ORIENTE..... SINTRA




Gruta do Oriente na Quinta da Regaleira

Entrada para os percursos subterrâneos com ligação ao portal inferior do Poço Iniciático.








  1. A Quinta da Regaleira é um espaço simbólico sagrado que apresenta nos seus
    ... iniciação, constituídos por poços, subterrâneos, grutas, lagos, os quais estão
    ..... profano”, e que, “no Oriente é protegido pelos guardiães do limiar, dragões e ...











 




 AS GRUTAS DOS LABIRINTOS COM CAMINHOS EM TODOS OS SENTIDOS!!!