domingo, 10 de maio de 2009

HERDEIROS DO AMOR


HERDEIROS DO AMOR

Deixei ficar para traz
Um tempo
Que nem acuso
Ou lamento.
Deixei,
Que meio século
Me louvasse
Me admirasse
E até me condenasse.

Mas também deixei ficar
Bem presente neste chão,
Uma marca bem diferente,
Que irá ser fecundação.

Irá percorrer, alguns século
Em que irei estar presente!
Quer, assim queiram
Ou não!
Irei ser continuação!

4 comentários:

Francisco Vieira disse...

Essa sera a maior riqueza de cada um de nos... as raizes que criamos.
Se nao conhece, por favor escute. Se ja conhece, convido-a a relembrar um poema "Roseira botao de gente" na voz de Vasco Rafael.

Aquele abraco

Francisco

Francisco Vieira disse...

Deixei aqui um comentario que nao tenho a certeza ter sido aceite...depois passarei para conferir

Um abraco

dilailasilvexhttp://dilailasilvex.blogspot.com/search?q= disse...

OBRIGADO FRANCISCO
Conheço "Roseira botão de gente" ainda que não lembre de momento toda a letra, assim como a voz de Vasco Fafael.
Aquele abraço amigo

Ariane Carreira disse...

Seja qual forem minhas raizes, sei que de algum modo vou ficar.

Adorei!