quarta-feira, 29 de abril de 2009

CLARIDADE


CLARIDADE

É no clarear do dia
Que me chega a realidade,
A suavidade,
Ou a verdade desse dia.

Porque a vida é só um dia,
Nada mais se vislumbra,
Para além,
Nada mais se sabe
Do que vem,
Ou quando vem,
Nada mais se sabe
Da verdade
Que o amanhã contem.

E este dia, é tão claro
Como clara é para mim
A realidade,
Como clara é a saudade,
Ou o desejo,
Neste claro dia
Do presente
Onde me vejo.

2 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA AMIGA... MARAVILHOSO POEMA... ADOREI O TEU BLOGUE... BEIJINHOS DE CARINHO ,
FERNANDINHA

Francisco Vieira disse...

ola boa tarde e obrigado por visitar o NAMORADO DA RIA. Prometo voltar aqui e olhar o seu com tempo e com "olhos de ler" :-)

cumprimentos
Francisco